Controlador CP-WS61

CP_WS61_1.jpg
Manual / Mapeamento de memória (Download)

 

O software de programação(XP,win7,Win8,Win10), para suportar o CP-WS61, pode ser baixado :

http://www.cpwscontroladores.com.br/download/SCPws1_V233_setup.exe

 

 

Caso tenha alguma dificuldade é possivel acessar seu computador remotamente para configurar os drivers de comunicação através do anydesk é só acessar o site  (www.anydesk.pt)

 

 

Software de ajuste de memorias não voláteis de configuração e depuração/monitoramento de variáveis :

 

www.proxsys1.hospedagemdesites.ws/downloads/depuradorv51.zip

 

 

Configurações de entradas e saidas disponiveis :
cpws61_2_entradas_saidas.jpg
Descrição das configurações :
A programação do controlador é realizada em lógica de reles / Ladder utilizando nosso editor ladder SCPws1.
A programação/gravação do programa é realizada através da porta USB direto no controlador o cabo é fornecido na compra em conjunto com o controlador.
Na programação é possível utilizar contadores, temporizadores, entradas e saídas digitais, blocos comparados, reles auxiliares internos, operações matemáticas com números inteiros, movimentação de variáveis, entradas e saidas analógicas mapeadas nas memórias inteiras de acordo com o especificado no manual do equipamento.
Possui 2 portas de comunicação RS2485 uma porta pode operar como escrava no protocolo modbusRTU permitindo a comunicação com IHMs ou outros CLPs mestres e a outra pode ser configurada tanto como mestre ou escrava modbusRTU.O Controlador CP-WS61/8DO8DI2AO2AI2TAI, permite a programação de até 75 telas de mensagens que podem ser configuradas de acordo a necessidade. O acesso a tela de configuração da IHM é feito através do menu “contatos e edição”, com o uso do botão nomeado como “IHM”. Este botão é habilitado, quando o controlador selecionado na configuração do hardware é o CP-WS61/8DO8DI2AO2AI2TAI.
Na tela de edição de mensagens, estão dispostas verticalmente 75 linhas que correspondem as telas que podem ser utilizadas para mostrar mensagens de texto ao operador, mensagens para visualização do valor de memórias do controlador e também possibilidade de alteração do valor de memórias.

As telas devem ser preenchidas em seqüência começando da primeira linha até o número desejado de telas. Os dois primeiros campos nomeados com “L1” e “L2” são os campos referentes as mensagens de texto associadas a cada linha.

A linha 1 do display tem uma característica especial que permite que ela mostre além do texto, valores de memórias internas do controlador, funcionamento coordenado com a linha 2 para edição de múltiplos valores retentivos de memórias M e reles auxiliares tipo R através das opções de “SubMenu-M” e “SubMenu-R” Este comportamento depende do tipo de mensagens escolhida na segunda coluna.

A linha 2 do display tem uma característica especial que permite que ela mostre além do texto, valores de memórias internas do controlador. Este comportamento depende do tipo de mensagens escolhida na coluna 6 de configuração.

Existem no frontal 5 botões sendo 4 para navegação e edição de valores e um para funções especificadas pelo programa do CLP, identificado com a inscrição “F1” e associado ao operador de entrada I9. Além disso dispõe de um led para uso geral mapeado como saida Q9. Um display de LCD exibe as mensagens configuradas. De acordo com o tipo de mensagem escolhida ou a programação desenvolvida em linguagem ladder as teclas da IHM podem ter ou não outras funcionalidades. Permite criar menu de receitas configurável em quantidade de memórias que compõe a receita. No total é possível armazenar até 750 memórias na receita com tamanho máximo por receita de 150 memórias.


Configuração de Hardware 1 :


08 - entradas digitais PNP de acordo com a tensão de alimentação escolhida
08 - saídas digitais a transistor PNP para o modelo com saídas a transistor
02 - entradas analógicas para termopar tipo J faixa de 0 a 550 °C
01 - entradas analógicas 0-5Vcc / 4-20 mA(especificar)
03 - saídas analógicas 0-10 Vcc
01 - porta USB para gravação do programa ou comunicação via protocolo ModbusRTU como escravo
02 - portas de Comunicação RS485 Mestre/Escravo modbusRTU

 

Configuração de Hardware 2 :



08 - entradas digitais PNP de acordo com a tensão de alimentação escolhida
08 - saídas digitais a transistor PNP para o modelo com saídas a transistor
04 - entradas analógicas 0-5Vcc / 4-20 mA(especificar)
03 - saídas analógicas 0-10 Vcc
01 - porta USB para gravação do programa ou comunicação via protocolo ModbusRTU como escravo
02 - portas de Comunicação RS485 Mestre/Escravo modbusRTU

 

Configuração de Hardware 3:



08 - entradas digitais PNP de acordo com a tensão de alimentação escolhida
08 - saídas digitais a transistor PNP para o modelo com saídas a transistor
01 - entradas analógicas 0-5Vcc / 4-20 mA(especificar)
02 - saídas analógicas 0-10 Vcc

01 - Entrada para celula de carga 4 fios (boa estabilidade até 100.000 divisões na escala)

01 - porta USB para gravação do programa ou comunicação via protocolo ModbusRTU como escravo
02 - portas de Comunicação RS485 Mestre/Escravo modbusRTU

 

Configuração de Hardware 4 :



08 - entradas digitais PNP de acordo com a tensão de alimentação escolhida
08 - saídas digitais a transistor PNP para o modelo com saídas a transistor
02 - entradas analógicas para termopar tipo J faixa de 0 a 550 °C
02 - entradas analógicas 0-5Vcc / 4-20 mA(especificar)
02 - saídas analógicas 0-10 Vcc
01 - porta USB para gravação do programa ou comunicação via protocolo ModbusRTU como escravo
02 - portas de Comunicação RS485 Mestre/Escravo modbusRTU